carrevidenciam forte componente associativa

A dinâmica associativa da freguesia de Carregosa, no concelho de Oliveira de Azeméis, é um dos atributos locais para continuar a ser valorizado, afirmou a coordenadora da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), Teresa Pouzada.

Carregosa é uma terra dinâmica e de projectos, com várias ideias e ambições”, disse, sublinhando “a manifestação demonstrada pelos representantes locais em promover a mudança e evolução da freguesia ”.

Teresa Pouzada falava à margem das Jornadas Técnicas para o Desenvolvimento Local dedicadas à freguesia de Carregosa, que decorreram no passado dia 22 de Maio, nas instalações da Junta de Freguesia.

O ciclo de jornadas, que arrancou no passado mês de Fevereiro em Cesar, acontece no contexto dos “Encontros para o Desenvolvimento Local”, promovidos pela ADRITEM.

A iniciativa está aberta a toda a comunidade e constitui a forma de expressão e envolvimento da mesma na definição da estratégia de desenvolvimento local 2014-2020.

 

Grupos de trabalho

 

A freguesia de Carregosa tem condições ao nível do solo para uma agricultura forte, desde que seja corporizada numa associação ou cooperativa de produção, preferencialmente apostando numa cultura. Esta foi uma das ideias surgidas no tema “Agricultura, Ambiente e Recursos Naturais”, que apontou outros caminhos a seguir em termos de limpeza dos espaços nas áreas de lazer e no rio, com recurso a um grupo de voluntariado e à Associação Florestal de Entre Douro e Vouga. A criação de um percurso pedestre e de BTT, nova área de lazer e parque de merendas junto ao campo de futebol com circuito de manutenção, foram outros dos projectos a ter em linha de conta para o futuro.

Na temática “Emprego e Capital Humano” foi dado enfoque à necessidade da existência de um gabinete de apoio ao emprego, a ser dinamizado pela Junta de Freguesia, tendo em vista a realização, entre outras actividades, de workshops para procura activa de emprego, formação e acções sociais.

A falta de um Lar e Centro de Dia, a necessidade de formação na área da gestão familiar e financeira em tempos de crise económica e a pertinência de obras de requalificações no Centro Social de Carregosa, foram algumas das conclusões em plano de destaque do grupo “Sector Solidário e Inclusão”.

Os trabalhos sobre “Cultura e Património” chamaram a atenção para a importância da criação de um espaço de manutenção e de lazer, surgindo como um novo pólo de atracção da freguesia. Reavivar a Escola de Música da Banda, requalificar os moinhos, criar um lugar de memória a D. Manuel Correia Bastos Pina e construir de pavilhão desportivo, são anseios reivindicados.

No tema “Economia e Competitividade” falou-se da necessidade da criação de um núcleo local de formação profissional, da construção de um parque de lazer junto ao rio Ínsua/Antuã (com praia fluvial) e de uma pista de BTT associada ao percurso pedestre.

 

Anúncios