posto mozelosNesta segunda-feira, centenas de mozelenses manifestaram-se – justamente – frente ao Centro de Saúde local, contra todas as manobras e acções em curso que tentam esvaziar e no fundo encerrar este importante equipamento público que serve aquela população.

Com efeito, depois de um período conturbado, em que se assistiu à redução abrupta da equipa médica para o atendimento de um número significativo de utentes, numa das Freguesias mais populosas do Concelho de Stª Mª da Feira, prevê-se neste momento a iminente ausência de clínicos a muito curto prazo, o que porá em sério risco o funcionamento e a própria existência futura do Centro de Saúde de Mozelos, com todas as gravíssimas consequências daí decorrentes. Sobretudo para a parte mais idosa e carenciada da população e num Concelho que, apesar de todas as promessas e processos de intenção, permanece sem as mínimas condições de mobilidade, nem transportes públicos.

Infelizmente, o que se está a passar aqui não é caso único. Corresponde, cada vez com mais clareza, a uma deliberada estratégia do Governo PSD/ CDS de encerrar toda a gama de serviços públicos e em simultâneo cedê-los a interesses privados e aos grandes grupos económicos. Tal como está a suceder com as Escolas, Repartições de Finanças, etc., também na área da Saúde, o respectivo Ministério só tem um objectivo: reduzir valências e serviços hospitalares, esvaziar e fechar Centros de Saúde, liquidar assim uma das grandes conquistas do 25 de Abril – o Serviço Nacional de Saúde!

Por isso a Comissão Concelhia de Stª Mª da Feira, solidarizando-se com as justas reivindicações da população de Mozelos em defesa do respectivo Centro de Saúde, reclama das entidades responsáveis, inclusive da Junta de Freguesia e do próprio Executivo Municipal, iniciativas e acções concretas que contribuam para garantir de facto a continuidade daquele serviço e deste modo a salvaguarda do direito à saúde e que está aliás constitucionalmente consagrado.

                                     EM DEFESA DO DIREITO À SAÚDE!

Stª Mª da Feira, 9 de Junho de 2014

Comissão Concelhia de Stª Mª da Feira do PCP