cirac“O 21º Encontro de Teatro Paços de Brandão ‘14 tem abertura marcada para o próximo sábado, dia 6 de Dezembro, no Auditório do CiRAC. Este encontro de teatro, organizado pelo CiRAC, tem trazido ao concelho teatro de qualidade, tanto profissional como amador.

A peça escolhida para abrir o Encontro de Teatro deste ano foi “As Preciosas Ridículas”, de Moliere, apresentada pelo grupo da casa, com encenação e Carlos Reis. Uma sátira à burguesia do Sec. XVII, esta peça, em género de comédia, revela vários jovens actores no CiRAC que aliados a um punhado de actores mais experientes tornam esta peça num bom motivo para ir ao teatro.

A peça decorrerá no Auditório do CiRAC, pelas 21h45 do próximo sábado, dia 06 de dezembro e tem um custo simbólico de 3,00 €.

O Encontro de teatro voltará em Janeiro com mais uma peça – “Revista À Cunha”, com Carlos Cunha, Érika Mota, Sara Brás, entre outros.”

Sinopse   

“As Preciosas Ridículas”, primeiro grande texto de Moliére, considerado pela crítica como o momento em que ele deixa a farsa pela comédia. Ridicularizando as “précieuses” (o termo preciosas caracteriza, para o autor, mulheres excessivamente preocupadas com a aparência e com o vocabulário fino dos salões sofisticados), Molére inventou a história de duas moças burguesas, que, imitando as frequentadoras de salons, socialmente superiores, chamam-se a si mesmas de Polixene e Aminte, e esperam os mais rebuscados requintes do linguajar e galanteria de quem quer que pretenda conquistá-las. Por isso os seus pretendentes a namorados decidem aplicar-lhes uma lição, vestindo os seus criados Mascarille e Jodelet como nobres e mandando-os cortejar as senhoritas. No devido tempo, chegam os pretendentes originais, desmascaram os servos e exultam com o resultado.

A peça escrita em 1658 e ridiculariza as mulheres que valorizam somente a aparência e regras de etiqueta, é uma peça incontornável para apreciar e compreender a ascensão histórica da burguesia