(Lusa) – Vários elementos do conselho de administração do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga (CHEDV) pediram para não ser reconduzidos no cargo, tendo o mandato já terminado em 2014, revelaram hoje diversas fontes.

Em declarações aos jornalistas, no Algarve, o ministro da Saúde, Paulo Macedo, afirmou hoje desconhecer que tenha havido qualquer pedido de demissão da administração do hospital de Santa Maria da Feira, cujas Urgências visitou na terça-feira.

Por seu lado, em comunicado, o serviço de Relações Públicas do CHEDV, que tutela os hospitais da Feira, Oliveira de Azeméis e S. João da Madeira, recorda que o mandato do conselho presidido por Fernando Martins Silva “terminou a 31 de dezembro de 2014”, pelo que esse órgão terá cessado o período oficial das suas funções “nessa data”.