alerta aos mozelenses pelo ataque cobarde e matreiro que está a comprometer o futuro do nosso centro de saúde.

Caros Mozelenses,

Tendo em consideração a situação vergonhosa e caótica em que se encontra a nossa Unidade de Saúde, a falta da verdade e desinformação efetuada pela junta de Freguesia, mais uma vez estamos a manifestar a nossa revolta e indignação por tal comportamento.

No atual momento, queremos perguntar:

Aonde estão os médicos de família prometidos que os Mozelenses têm direito?

Quem são os responsáveis por estes atos de punição cobarde e de esvaziamento propositado da nossa Unidade, que lesa os Mozelenses na sua dignidade e no direito a saúde?

Na última Assembleia de Freguesia que se realizou no Auditório Tuna Musical Mozelense, o Senhor Presidente da Junta comunicou com veemência a chegada de 2 médicos de família. Aonde estão esses médicos?

Os utentes sem médico de família, com necessidades de acompanhamento e de cuidados de saúde inadiáveis, com a prescrição da medicação a demorar mais de um mês, muitos foram obrigados a recorrer às unidades de saúde vizinhas, sendo para isso incentivados pelos responsáveis pelo setor da saúde, responsáveis que não tiveram capacidade, ou não quiseram defender os utentes de Mozelos numa prática cobarde de esvaziamento da nossa Unidade de Saúde.

Caros Mozelenses,

A nossa dignidade está posta em causa. O direito a saúde está comprometido. Os Mozelenses são todos iguais e merecem ser tratados como tal. Não pode nem deve haver Mozelenses de primeira (com médico de família) e Mozelenses de segunda (sem medico de família). A saúde não pode nem deve ser um privilégio de alguns. Não nos podemos esquecer da nossa população idosa e vulnerável que mais precisa de cuidados médicos.

Basta de demagogia dos responsáveis pelo destino desta terra e deste povo, com informações vagas de quem já deitou a toalha ao chão, descartando responsabilidades que tiveram e têm na resolução dos seus problemas. Acreditamos que verdadeiramente nunca estiveram ao lado da população de Mozelos, nem na defesa dos seus interesses, ocultando a realidade para defender interesses partidários ou outros, e por isso hoje, todos nós pagamos caro pelos seus erros.

Continuaremos a reclamar e a exigir um direito que é de todos – o direito aos cuidados de saúde – e á manutenção da nossa unidade de saúde. Não troquem a nossa Unidade de Saúde pela promessa da construção de um qualquer Pavilhão! Tal nunca aceitaremos.

Não desistimos. Estamos atentos e proativos. Os Mozelenses também não devem desistir. Estaremos em todas as formas de luta que assegurem a continuidade dos serviços de saúde em Mozelos, de forma digna e para todos.

Pela verdade, Mozelos Merece.

Anúncios