europarbeO Município de Santa Maria da Feira regista, com satisfação, a decisão do Governo que hoje em reunião do Conselho de Ministros aprovou a passagem do Europarque para a gestão municipal.

Com esta decisão, o Governo elege o Município de Santa Maria da Feira como a instituição com os melhores instrumentos e a vocação para gerir – de forma profissional e responsável – um equipamento com as potencialidades únicas como é o Europarque, o melhor Centro de Congressos de Portugal.

Este processo resultou de um período de negociação ao mais alto nível entre o Presidente da Câmara Municipal, Emídio Sousa, e o Governo, iniciado há mais de um ano com o Primeiro-ministro e continuado, depois, no Ministério das Finanças, através da Secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco, que decorreu de forma elevada e altamente satisfatória.

O Europarque, sendo bem gerido, pode e deve ajudar a desenvolver e a estimular um tecido económico e industrial que é o mais exportador do País.

Estamos a falar do melhor Centro de Congressos de Portugal. Tem enormes potencialidades e foi construído numa excelente localização. O que importa, agora, é rentabilizá-lo em favor da região e do País.

A cedência por 50 anos não terá encargos de arrendamento para o Município, ficando este totalmente livre para arrendar, ceder, contratar ou fazer as parcerias que entender.

A expectativa do Município é envolver fortemente a Área Metropolitana do Porto no processo e transformar o equipamento na referência a Norte no sector.

O Presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira pensa que o equipamento tem condições para gerar as receitas necessárias para a sua sustentabilidade e aposta numa segunda vida para o espaço, muito direccionado para os eventos empresariais, do Estado e para a internacionalização da economia.