82654-bloco2bde2besquerda_001BE quer a construção urgente da variante Feira-Arouca, da conclusão variante à EN 222 entre Pedorido (Castelo de Paiva) e Canedo (Santa Maria da Feira), e da construção do troço do IC35 entre Penafiel e Entre-os-Rios

O Bloco de Esquerda vai levar a discussão em plenário na Assembleia da República três iniciativas legislativas que pretendem melhorar a mobilidade e as condições de circulação no distrito de Aveiro.

Assim, no dia 25 de março, o Bloco de Esquerda leva a discussão as suas propostas para a conclusão da variante à EN 222 entre Pedorido (Castelo de Paiva) e Canedo (Santa Maria da Feira), para a construção do troço do IC35 entre Penafiel e Entre-os-Rios e para a construção urgente da variante Feira-Arouca.

O objetivo do Bloco é melhorar as condições de circulação e mobilidade das populações, facilitar as deslocações e melhorar significativamente as condições de segurança das estradas, contribuindo assim para a redução da sinistralidade rodoviária.

Sem a conclusão destas obras que o Bloco de Esquerda propõe, as populações não têm outra alternativa que não seja a circulação por estradas nacionais, cujo traçado sinuoso e más condições colocam vários problemas de segurança e obrigam a tempos médios de viagem extremamente elevados. Para além disso, a dificuldade de acessos dificulta também o desenvolvimento do tecido económico e das empresas da região.

O Bloco de Esquerda lembra que no caso da variante à EN222 as obras foram interrompidas, tendo ficado por concluir apenas 5,8km de estrada. Apesar de esta ser uma obra reivindicada pelas populações e pela própria comunidade intermunicipal e apesar de ela exigir um investimento pequeno para ser concluída, a mesma encontra-se parada há anos.

O Bloco propõe, por isso, que Governo “assuma o projeto de construção da Variante à EN222 Pedorido e Canedo como prioritário e que o dote das verbas necessárias à sua imediata concretização”.

Também a variante à EN326 teve início de obra, mas foi apenas concluído um pequeno troço entre Arouca e Mansores, tendo-se abandonado, então o projeto que permitiria a ligação de Arouca à entrada da A1 em Santa Maria da Feira. O atual Governo também não parece querer desbloquear a situação porque, apesar de ter incluído a obra no chamado PETI3+, esta figura como uma das únicas obras sem verbas atribuídas, assemelhando-se a uma promessa que foi feita para não cumprir.

Numa situação muito semelhante está a construção do troço do IC35 entre Penafiel e Entre-os-Rios, constante do PETI3+, mas sem se quantificar o investimento que se realizará.

O Bloco de Esquerda exige compromissos claros com a população e por isso apresenta uma iniciativa legislativa para que se atribuam verbas à variante Feira-Arouca, ao troço do IC35 entre Penafiel e Entre os Rios e ao troço da EN222 entre Pedorido e Canedo. Exigimos ainda o compromisso claro de que as obras começarão de imediato e que não serão apenas promessas atiradas para o caixote do lixo, como tantas outras feitas pelo PSD e CDS.

Estes investimentos arrastam-se há anos, com promessas e mais promessas, mas o que é certo é que não avançam e as populações é que têm vindo a sofrer na pele as consequências do jogo partidário e das promessas por cumprir.

Para dizer chega e resolver os problemas de uma vez por todas, o Bloco de Esquerda avançou com estas propostas para discussão na Assembleia da República.

Ler aqui as propostas:

variante Feira-Arouca

troço do IC35 entre Penafiel e Entre-os-Rios

conclusão da variante àEN 222 entre Pedorido (Castelo de Paiva) e Canedo (Santa Maria da Feira)

Bloco de Esquerda Comissão Coordenadora Distrital de Aveiro