pcpacNo passado domingo, dia 8 de Março, em que passaram precisamente cem anos sobre o nascimento do camarada Cunha, falecido em 2005, teve lugar em S. Paio de Oleiros uma significativa e sentida homenagem que lhe era devida, pelo seu papel e intervenção dedicada não só enquanto lutador anti-fascista e militante comunista, mas também como activista e dirigente associativo, profundamente ligado à defesa dos direitos dos trabalhadores e das camadas populares.

Organizada pela Comissão de Freguesia do PCP e com a colaboração da Junta Oleirense, esta homenagem iniciou-se com um conjunto de intervenções proferidas na sede da Autarquia local, perante dezenas de democratas de vários quadrantes ideológicos, em que foi realçada unanimemente a capacidade de diálogo e o dinamismo de José António Cunha, concretizados em inúmeros projectos e iniciativas de índole cultural e político que impulsionou ao longo de dezenas de anos, em especial na terra que o adoptou – S. Paio de Oleiros.

Toda essa dedicação e apego foram aliás bem evidenciadas no discurso do professor Antero Monteiro que assinalou igualmente os principais traços biográficos do José Cunha, desde muito jovem activo militante comunista, não obstante as perseguições, a repressão, a prisão e a tortura de que foi alvo durante o regime fascista.

Após a romagem ao cemitério local, onde foi depositada uma coroa de flores na campa respectiva, seguiu-se um almoço – convívio num conhecido restaurante oleirense, completamente cheio, em que, a par de outros intervenientes, usou da palavra Tiago Vieira, membro do Comité Central do PCP e responsável pela Organização Regional de Aveiro, que, saudando a iniciativa, destacou o seu significado, sobretudo na altura em que se comemoram os 94 anos do Partido, por cujos ideais revolucionários e de transformação sempre se bateu José António Cunha. Por isso mesmo, o dirigente comunista frisou, no final da sua intervenção, que a melhor homenagem que lhe poderíamos prestar era seguir o seu exemplo de lutador pelas causas mais nobres da humanidade: progresso e justiça social.

Ao longo da tarde, decorreu ainda no Parque Nossa Senhora da Saúde, para cuja concretização do palco respectivo muito contribuiu José Cunha, a actuação de vários artistas locais e grupos musicais, completando assim o programa desta justa homenagem.

 Comissão de Freguesia de S. Paio de Oleiros do PCP