“Além das aptidões e das qualidades herdadas,

é a tradição que faz de nós aquilo que somos”

Albert Einstein

 

 

A Tuna Musical Mozelense está já a comemorar os seus 125 anos. Aproxima-se a data da sua fundação, 24 de Junho (de 1890).

São 125 anos ricos, com muita actividade, com muitas pessoas e famílias envolvidas. A realidade actual é muito diferente do final do século XIX, no final da monarquia. São passadas quase 5 gerações desde os “nossos pais fundadores”.

Hoje, a nossa colectividade envolve maioritariamente Mozelenses, mas ultrapassou as fronteiras da nossa freguesia e Vila. São muitos os que fazem parte da “família Tuna”, que não nasceram em Mozelos, mas que seguramente vivem com o mesmo afinco as nossas peripécias, aventuras, desventuras, dando o seu melhor, contribuindo à sua maneira, para que passados 125 anos sobre a sua fundação, a Tuna Musical Mozelense, se mostre JOVEM, seguramente entre as mais JOVENS.

Onde o grisalho dos nossos cabelos brancos, as rugas das mãos e da face exibe orgulhosamente a respeitabilidade que gozamos perante outros e, acima de tudo o nosso sentido de respeito perante os outros. Respeito também pelos nossos antepassados, pelas nossas tradições e pelo caminho já desbravado . E, ao mesmo tempo onde a muita “acne” juvenil, em alguns casos há pouco tempo “desfraldados”, é sinal de esperança, de certeza nos novos rumos e novos desafios.

Como uma família que é, a Tuna Musical Mozelense, é integradora, inter-geracional, inter-classista e apolítica, daí ter passado por diversos conflitos e revoluções nacionais e internacionais, sem máculas.

É tempo pois de FESTA. Festa dos sócios, amigos da Tuna. Mas também somos motivo de festa para outras associações de Mozelos, para outras associações do nosso concelho de Santa Maria da Feira e outros concelhos vizinhos, que cedo se associaram às nossas iniciativas para comemoração do nosso 125º aniversário.

Comemorações essas, que já tiveram inicio em diversas iniciativas, que continuarão até ao final do ano. Ainda este mês, iremos realizar um jantar, no próximo dia 26, pelas 20horas, no restaurante Ripolins em Grijó, aberto a todos os sócios e amigos que se queiram inscrever, com a apresentação do nosso novo CD e homenagem aos sócios com mais de 25 anos e entrega da chave de ouro do nosso auditório ao sócio Silvestre Oliveira Santos.

No dia seguinte, sábado iremos apresentar o musical “Fantasma da Ópera”, no nosso auditório, a partir das 21.30horas. No domingo seguinte, iremos fazer a missa por sufrágio dos sócios já falecidos, na nossa igreja matriz, pelas 10.30 horas, seguida de romagem ao cemitério.

No dia 4 de Julho, sábado, integrado nas comemorações da elevação de Mozelos a Vila, no monte do Coteiro, iremos apresentar publicamente o espectáculo com 125 executantes (coro e orquestra), com os temas gravados no nosso novo CD e com participação especial de Olavo Bilac.

No dia 10 de Outubro, levaremos a efeito o encontro de Tunas, no nosso auditório e apresentação pública do livro de memórias dos 125 anos da Tuna Musical Mozelense.

Terminaremos os festejos, com a nossa já tradicional festa de natal.

De entre meio, teremos diversas iniciativas ao nível da nossa escola de música, já neste mês de Junho, com encontros musicais, cursos de aperfeiçoamento, etc. etc.

Os interessados poderão seguir-nos na nossa página do “facebook”, que se encontra actualizada.

Será por isso um ano em cheio, com o entusiasmo que começou nos nossos executantes e passará para a nossa comunidade. Esperamos por todos, que serão concerteza muitos e bem vindos.

Termino como comecei, com uma citação de Padre António Vieira:

O Efeito da memória é levar-nos aos ausentes, para que estejamos com eles,

e trazê-los a nós, para que estejam conosco.”

Não faltem ao encontro. Tuna Musical Mozelense para sempre!

António Eusébio Coimbra Amorim

Presidente da Direcção