emidioane.pngAcho preocupante o estado físico de algumas nossas queridas funcionárias da nossa Cambra.
Talvez numa luta titânico do “meu esqueleto tem menos carne que o teu”, estão em  sérios riscos de se tornarem umas verdadeiras cruzetas.
Na hora do almoço,  metem o dedo naquele aparelho de meter o dedo… que controla as entradas e saídas…e correm, a correr muito… para o ginásioginásio.
Esticam e esticam até que as peles fiquem quase a roçar o chão.  Há sempre o risco de poderem entretanto calcarem a própria pele e dar um terno… pouco ternurento.
Após uma boa malha, voltam a enfiam onde do na máquina de enfiar dedos e vão trabalhar  almoçar.
Presumo que será algo tipo feijoada gelatinosa… cozido gelatinoso. .ou até mesmo gelatina…. Gel-atinada!
A Cambra que se cuide ou ainda fica com a fama de estar a fazer tantos cortes na despesa que nem a dispensa foi poupada.

Advertisements